Calor pode transformar tartarugas machos em fêmeas

Os machos vão ter suas chances diminuídas em um mundo mais quente, caso sejam tartarugas pintadas. Um pequena elevação de temperatura de apenas 1 C° seria o necessário para que a espécie se tornasse 100% fêmeas. Essas tartarugas são encontradas em lagos e rios na América do Norte, são um de muitos répteis que tem sua sexualidade determinada pela temperatura. Os ovos em ninhos quentes trarão fêmeas, e aqueles que estão em locais mais frios gerarão machos, embora ninguém saiba exatamente porque. Continue lendo e saiba quais serão os prejuízos para a espécie o aumento da temperatura.

Depois de um tempo muitos pesquisadores manifestaram preocupação que o aquecimento global poderia transformar o equilíbrio sexual destes répteis.

Durante mais de 25 anos foi documentado os tempos de chocagem e a proporção sexual de tartarugas filhotes em uma pequena ilha do rio Mississipi no condado de Carroll. Eles descobriram que as fêmeas podem mudar os lugares de botar os ovos em cerca de dez dias para assegurar que seus ovos se desenvolvam a temperaturas que produzam uma mistura equilibrada de machos e fêmeas.

Como há previsões de que a elevação da temperatura seja de 4 a 6 C° nos próximos 100 anos, a extinção é uma possibilidade, mas nada indica que a espécie esteja ameaçada de extinção.

As tartarugas poderiam encontrar meios de evitar um futuro onde todas seriam fêmeas, como escolher locais com mais sombra por seus ovos ou desenvolveram ovos menos sensíveis ao calor.

Confira outras fotos dessa tartaruga:






Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

© Melhores Dicas