O que é macumba?

Para os não entendidos, macumba, o nome original, veio de uma árvore africana, também é um nome de um instrumento usado em cerimônias nas religiões afro-brasileiras. Usamos o termo "macumba" de forma pejorativa, devido à estereotipagem das igrejas neo-pentecostais  no século 20, dizendo que relacionava "macumba" à praticas satânicas, para espantar de vez de seus  seguidores católicos. A razão está ai. Portanto, não se enganem: macumba não é e nunca foi o que pensávamos. Vamos mostrar alguns exemplos de cultos e curiosidades dos rituais de origem africana.
O que é macumba?

1- GIRA DO CONGÁ:

Começa com a 'defumação", depois segue para a 'desincorporação' dos médiuns.  O local onde acontecem as cerimônias se chama  congá, e para entrar lá, deve-se tirar os sapatos, por ser um solo sagrado. A cerimônia, em si, chama-se GIRA.


2-  Festa do Ilê:

É uma cerimônia que pode rolar farofa, sacrificio de animais e até cachaça para acompanhar.
A cerimônia começa a tarde, mas é fechada para o público, onde é sacrificado dois animais: uma ave e outro bicho de quatro patas. O sangue é derramado pelo altar, para sacrifício à Exu e o orixá homenageado do dia.


3- Aprendiz de Candomblé: Como uma pessoa pode se tornar um filho de santo?
Conhecido como "abiã", o iniciante deve vestir branco, e se começar a sentir calafrios e tremores, é quando a iniciação deve ser começada.

4- A orquestra de Orixá:
As pessoas que tocam os instrumentos são chamados de Ogãs, que tocam atacaques, os quais são espécies de tambores. Outros instrumentos são: agogô, xequerê, e o macumba ( que é parecido com um reco-reco).
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

© Melhores Dicas