Dicas para esquecer um amor

Uma das piores dores que existem são as dores do coração, quando um amor nos abandona. E dói mesmo. Existem os desalmados que discordam e dizem que isso não passa de puro psicológico. Aí, vem a Ciência, com toda sua certeza e diz: a dor de um pé na bunda dói mais do que uma surra! Palavra da Ciência. Sempre tem aquela época que, depois do término do namoro, a pessoa mergulha nas canções melancólicas e nos filmes de romance. Mas, a hora de esquecer o ex-amor e partir para outra tem que chegar de você tentar esquecer. É sabido que esquecer não é fácil e muito menos rápido. Mas, tentaremos ajudar com algumas dicas infalíveis que farão você esquecer e conhecer um amor ainda melhor para seu coração. Confira dicas de como esquecer um amor:
Dicas para esquecer um amor

1- CORTAR A OBSESSÃO POR ELE:
Sim, você precisa fazer de tudo para não lembrar dele. Isso é meio óbvio de dizer, mas segundo  o psicólogo Robert Stemberg, da Universidade do Estado de Oklahoma, dá quatro dicas para manter o pensamento longe do perigo. Primeiro: jogue tudo fora o que lembra ele-ela: fotos, músicas, presentes, tudo! 

Segundo: Quando você perceber que vai dar aquela "deprê" novamente, você deve lembrar das características negativas dele, ou as vezes que brigaram feio. Isso sempre ajuda a melhorar. 

Terceiro: aposte em um novo amor! Mesmo que você ainda ame o cara, sempre é bom você procurar pessoas diferentes e tentar algo novo. Isso fará com que você fique dando sopa para que o pensamento fique voltado somente nele!

2- TRATE O AMOR COMO SE FOSSE UMA DROGA, UM VÍCIO:
O AMOR age como a cocaína, numa região do cérebro conhecida como núcleo accumbens. É a parte do cérebro onde você sente a recompensa, o prazer - sendo a mesma que causa vício (da mesma maneira que ocorre com a cocaína). Segundo a especialista em amor Helen Fisher que trabalhou durante anos com imagens de cérebros, concluiu que o amor SIM desperta as mesmas áreas que a cocaína ou cigarro – e por isso pode viciar sim! Portanto, trate o amor como uma droga ou uma bebida quando você quer parar: se não quer beber, não vai ficar olhando a garrafa de vodka logo a sua frente, né? Evite!

3- DEIXE O RESTO COM O TEMPO: ELE REALMENTE CURA!
Nem um pouco lenda, o tempo realmente cura dores do coração. Helen Fisher, depois de analisar os cérebros, ela chegou a uma conclusão: as pessoas que haviam levado um pé na bunda, depois de algum tempo, apresentavam uma atividade menor numa área chamada palladium ventral, região associada à sensação de apego. E, para ajudar, fique sempre perto dos amigos e dê muitos abraços, que elevará os níveis de ocitocina.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

© Melhores Dicas