Caxumba: Causas, sintomas, tratamento e prevenção

caxumba é uma doença antiga, hoje em dia já está mais difícil você ficar sabendo de alguém que pegou caxumba. Pois os cuidados, as vacinas estão sempre melhorando para que esse tipo de doença não aconteçam mais. É uma doença contagiosa que provoca o inchaço doloroso das glândulas salivares. Essas glândulas salivares produzem nossa saliva, um líquido que umedece a comida e ajuda a mastigar e engolir. Continue lendo e confira quais são as principais causassintomastratamento prevenção.
Caxumba: Causas, sintomas, tratamento e prevenção

A caxumba é causada por um vírus, esse vírus se dissemina de uma pessoa para outra através de gotículas respiratórias, ou seja, através de espirros, ou por contato direto com itens que foram usados e contaminados pela saliva da pessoa infectada.

Sintomas


Essa doença também pode ser chamada de papeira ou parotidite, seu período de incubação dura entre duas a três semanas. Tendo como primeiros sintomas a febre, calafrios, dores de cabeça, musculares e ao mastigar ou engolir, além de fraqueza.

Uma das principais características da doença é o aumento das glândulas salivares que estão próximas aos ouvidos, fazendo com que o rosto fique inchado.

Nos casos mais graves da doença, ela pode deixar a pessoa infectada surda, dar meningite, e muito raramente levar a morte. Depois da puberdade, a caxumba pode causar inflamação e inchaço doloroso dos testículos nos homens ou dos ovários nas mulheres e levar a esterilidade.

Tratamento

A doença não tem um tratamento específico. O uso de bolsas quentes ou com gelo aplicadas na área do pescoço e o uso de remédios com paracetamol ajudam a aliviar a dor. Não é recomendado dar aspirina para as crianças com doença viral devido ao risco da síndrome de Reye.

Outros métodos para aliviar as dores existem, como: maior ingestão de líquidos  alimentos pastosos e gargarejos com água e sal.

Prevenção

Já existe imunização com a vacina tríplice, que protege contra sarampo, caxumba e rubéola. Ela deve ser dada para crianças de 12 a 15 meses de idade. Normalmente é aplicada novamente entre 4 a 6 anos ou entre 11 a 12 anos, se a criança não tiver tomado a vacina anteriormente.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

© Melhores Dicas